quinta-feira, 24 de junho de 2021

Suspeitos de matar eletricista dentro de carro da Celpe são presos

 

Dois suspeitos de assassinar o eletricista da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) Ejanilson Severino Batista, em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, em 7 de junho, foram presos pela Polícia Civil de Pernambuco.

De acordo com informações da corporação divulgadas nesta quarta-feira (23), a Operação Nobreak resultou na prisão de dois suspeitos apontado como envolvidos no homicídio de Ejanilson e na tentativa de homicídio de Wellington José Cardoso, também funcionário da Celpe, que estava no local.

O crime ocorreu na rua 8 de Maio, no bairro Chã de Tábua, em São Lourenço da Mata, no último dia 7. Segundo informações iniciais, Ejanilson foi executado dentro do carro da Celpe, enquanto se dirigia para a realização de uma inspeção, procedimento de fiscalização de medidores de energia, gasto de energia das residências e funcionamento das redes elétricas.

Os suspeitos pararam ao lado do veículo da companhia e efetuaram diversos disparos. Ejanilson morreu no local e Wellington foi socorrido.

Em parceria com Disque-Denúncia, a Celpe ofereceu uma recompensa de até R$ 100 mil para quem fornecer informações sobre identificação dos suspeitos de cometerem os crimes.

A polícia começou a investigação no dia em que aconteceu o crime. Fomos buscando informações no local do crime e com a vítima sobrevivente, no hospital. Começamos a ligar os pontos e conseguimos deflagrar a operação para prender os dois criminosos que cometeram o crime“, explicou a delegada Thayná Fioresi, adjunta da 10ª Delegacia de Homicídios.

A delegada informou que as investigações identificaram detalhes de como ocorreu o crime. Segundo a polícia, os suspeitos são proprietários de restaurantes. Os medidores de energia elétrica dos estabelecimentos apresentavam irregularidades, segundo perícia feita pela Celpe.

As duas vítimas são responsáveis por fazer inspeção de irregularidades de adulteração de medidores. Quando saíram do almoço e iriam fazer uma outra inspeção ocorreu o crime“, acrescentou. “Acreditamos que tem mais duas pessoas envolvidas nos crimes, as investigações continuam“, finalizou Thayná.

O superintendente de operações da Celpe, Evandro Simões, informou que medidores do local onde ocorreu o crime foram encaminhados para perícia.

Todos os medidores foram encaminhados para um laborotário técnico e foram detectados que estavam avariados com indícios de algumas fraudes“, explicou Evandro.

Muito importante a polícia avançar tão rapidamente num caso tão complexo“, acrescentou o superintendente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário