sábado, 11 de junho de 2016

POESIA DO POETA DEDÉ MONTEIRO AOS ETERNOS NAMORADOS...

HOMENAGEM DO BLOG Á TODOS OS NAMORADOS
COM ESSA BELA POESIA DO POETA DEDÉ MONTEIRO.


O NAMORO
(à minha Teté)
O namoro é um tipo de roseira
Que perfuma o começo do caminho...
Mas que pode durar a vida inteira,
Se tratada com zelo e com carinho.
No jardim desta vida passageira,
Entre as pedras do chão e a paz de um ninho,
Imitando a roseira verdadeira,
A do amor tem perfume e tem espinho.
Na beleza dos ramos coloridos,
Os espinhos precisam ser sentidos,
Como eternos pequenos dissabores,
Pra que dois corações apaixonados,
Esquecendo os “intrusos” despeitados,
Se transformem, pra sempre em duas flores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BILL GATES FAZ UM ALARMANTE PROGNÓSTICO SOBRE A PANDEMIA: “AINDA NÃO VIMOS O PIOR”

  O bilionário sustenta que a COVID-19 continua sendo uma ameaça para a sociedade e que a situação pode se agravar O fundador da empresa Mic...