sábado, 28 de setembro de 2019

Mãe diz que filha tentou se matar após ser dopada e estuprada por casal: 'Monstros'

Mãe da adolescente de 14 anos que foi dopada e estuprada por um casal em São Vicente, no litoral de São Paulo, desabafa que sua filha tentou se matar após ser estuprada pelos suspeitos. Com informações do G1.
Segundo a polícia, a menor é amiga das filhas de Luciana Cristina, de 35 anos, e dormiu na residência dela, na última terça-feira (24/09). Luciana e o companheiro, Marcílio Maximino, de 34 anos, são suspeitos de terem combinado de dopar a adolescente, a estuprado e filmado o ato.
Em relato à polícia, a jovem contou que, Luciana saiu para o supermercado e voltou com um refrigerante. Ela ofereceu a bebida para a vítima que, depois de beber, percebeu que havia algo errado e começou a se sentir 'grogue' e com as 'pernas bambas'. Depois, a jovem ficou desacordada, sendo estuprada por Marcílio. O casal assumiu o crime.
Em nota, o Tribunal de Justiça do Estaço de São Paulo informou que em audiência de custódia realizada nesta quarta-feira (25/09), a prisão em flagrante de Marcílio Maximino Pereira foi convertida em prisão preventiva.
O suspeito teve a prisão preventiva decretada e sua companheira foi liberada em audiência de custódia em São Vicente, SP
O suspeito teve a prisão preventiva decretada e sua companheira foi liberada em audiência de custódia em São Vicente, SP    Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário