quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

CASAMENTO GAY É REALIZADO EM BREJINHO NA MANHÃ DESTA-FEIRA (17)


O casamento ‘Gay’ não é algo novo aconteceu em 7 de junho de 1989, um documento histórico foi publicado na Dinamarca. Assinado pela rainha Margrethe 2ª, chancelava, “com a mão e o selo reais”, uma lei pioneira aprovada pelos parlamentares dinamarqueses: a partir de então, o país escandinavo passaria a ser o primeiro do mundo a reconhecer oficialmente a união estável civil entre casais homoafetivos. No Brasil foi em abril de 2013, Tatiani Oliveira e Lumara Rodrigues foram o primeiro casal homoafetivo a se casar na cidade onde vivem, em Minas Gerais.

Na manhã desta quinta-feira (17) as jovens Vanusa de Lima e Jacira Albuquerque, que moram juntas, realizaram o enlace matrimonial no cartório da cidade de Brejinho e, agora se sentem realizadas e muito mais felizes. Fica aqui nossos votos de felicidades e amor eterno ao casal que venceu preconceitos e na manhã desta quinta-feira realizaram mais um passo importante em suas vidas. 


(O reconhecimento de casamento entre pessoas do mesmo sexo no Brasil como entidade familiar, por analogia à união estável, foi declarado possível pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 5 de maio de 2011 no julgamento conjunto da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) n.º 4277, proposta pela Procuradoria-Geral da República, e da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) n.º 132, apresentada pelo governador do estado do Rio de Janeiro. Desta forma, no Brasil, são reconhecidos às uniões estáveis homoafetivas todos os direitos conferidos às uniões estáveis entre um homem e uma mulher).   (Algumas partes do texto do Blog de Marcelo Patriota)

Nenhum comentário:

Postar um comentário