segunda-feira, 30 de julho de 2018

Menino vende seus brinquedos para ajudar no tratamento do seu cão doente

Foto: Reprodução/facebook


Apesar de inicialmente ter sido adotado apenas por diversão, o cachorrinho Copper se mostrou essencial para a saúde mental e física do seu dono Connor, de dez anos. Agora, é o dobermann que está com problemas de saúde e precisa da ajuda do menino, que, por sua vez, não poupa esforços para ajudar o companheiro. A criança está disposta a vender todos os seus brinquedos para bancar o tratamento do cãozinho.
A história dos dois começou há cerca de quatro anos, quando a família resolveu ter um animal de estimação em casa. Com o tempo, no entanto, os pais de Connor começaram a notar que o cão ajudava o filho no tratamento das suas crises de ansiedade e convulsões noturnas.
Há alguns meses, foi a vez de Copper apresentar problemas de saúde, e, ao ser levado ao veterinário, foi diagnosticado com Síndrome de Wobbler, uma doença que afeta a região cervical e pode levar a disfunções neurológicas. Além dos sintomas, o custo do tratamento também era um desafio para a família, por ser muito alto para o orçamento da casa.

A arrecadação para o tratamento superou qualquer expectativa

Para ajudar, Connor resolveu mostrar toda sua gratidão ao seu amigo de estimação e comunicou a mãe, Jennifer, que estava disposto a colocar todos os seus brinquedos – entre bonecos, video games e livros – à venda em um bazar na própria garagem. Não o bastante, iniciou também um financiamento coletivo online e espalhou a história pela cidade de Fairport, onde vivem em Nova York, pedindo ajuda.
Diante do empenho do menino e da parceria bonita entre ele e seu cão, a história se popularizou na cidade e chamou atenção da imprensa, que passou a divulgar a causa. O resultado: a arrecadação foi bem além dos 2.800 dólares que a família pedia e chegou ao valor de 18 mil. A promessa de Jennifer é de que o excedente será doado para ONGs dedicadas à causa animal.
O atual estado de saúde do cachorro
Através de uma página do Facebook, Jennifer e Connor compartilham como anda o estado de saúde de Copper. As postagens relatam que há dias em que o cãozinho não consegue se mexer direito, mas em outros momentos ele caminha sem muita dificuldade, apenas mancando um pouco. De acordo com informações da página, o tratamento foi iniciado há poucas semanas e pode demorar a surtir efeito, mas a expectativa é de que, em breve, as melhoras se tornem mais visíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário